sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Dente Por Dente

"Dona Fadinha do Dente, essa noite me traga um presente,
Faça chuva ou faça vento não me desaponte,
Eu não aguento!
Gritou, deitou e dormiu.
A fada veio, mas ele não viu.
No dia seguinte o mar amanheceu mais calmo,
O capitão assobiava no convés.
E onde estava o dente o menino banguela achou uma caixinha bonitinha
Amarrada com fitinha, advinha o que é que tinha dentro dela?"

Júlia perdeu semana passada seu 4º dente de leite. Engraçado vivenciar fases tão diferentes... Joana esperando pra ganhar (nenhum até hoje!) e Júlia perdendo por aí. Por aí não, porque eu guardo. Quem tira é sempre a enfermeira da escola - a quem peguei o hábito de chamar por Fadinha (auto-eplicativo, não?!). Eis que ontem Juju, antes de dormir, pediu que eu colocasse o dente debaixo de seu travasseiro depois que ela pegasse no sono para ver o que a fada traria.

Já disse por aqui que curto manter vivas as fantasias infantis. Acho que não custa nada permitir e estimular que nossos filhos tenham uma visão mais mágica do mundo pelo tempo que for possível. Eu só não podia esperar o que estava por vir às 2h da madrugada...

Eu fui dormir acabada, capotei assistindo a um filme que o marido assistiu praticamente todo sozinho  e acordei no susto com a Júlia me chamando porque Joana estava acordada e berrando a um tempão. Milagrosamente (eu tô devendo o post "O sono [2]"), a pequena tinha feito um sonão de 20h às 2h. E foi nessa hora que Ju chamou. Levantei, peguei o bebê e ela me perguntou se eu tinha lembrado de colocar o dente debaixo do travesseiro. Disse que sim (não coloquei o dente, mas lembrei dos R$2,00) e ao voltar pra cama ela achou o dinheirinho que a fada do dente deixou! Ficou feliz e impressionada e....... apavorada!

Aí essa mãe que estava exausta - e doida pro neném terminar a mamada e dormir mais um sonão - ainda teve que lidar com o choro de medo da mais velha. "Lidar" não seria bem a palavra já que eu quase falei pra criança que não tinha fada nenhuma e que o dinheiro podia voltar pra minha carteira se ela quisesse!! Se o marido não tivesse assumido o controle da situação a louca aqui teria acabado com tudo! E o arrependimento ia me acompanhar até a morte.

Enfim, quando acordamos Júlia não demonstrava sequelas do trauma sofrido com a mãe descompensada na madrugada (eu que sempre apresento sequelas do sono mal não dormido) e veio toda feliz me mostrando a nota com a mancha rosa do pozinho da fada!

"É que ela coloca o dinheiro no meio da asa, mãe... lembra do filme??! Aí caiu o pó mágico aqui e ficou a marca!! Olha só!!!"

E a marca estava lá... e rosa! Não poderia ter sido mais perfeito.


A nota com a mancha do pozinho mágico

O medo passou e a magia ainda está por lá! Adoro!




A Paloma certa vez indicou o cd "O Elefante e a Joaninha" do Hélio Ziskind, indicou e sorteou (mas eu não ganhei... :-/ ). Quando vi o cd numa loja não hesitei em comprar e AMEI! Já sei cantar todas as músicas e o cd não sai mais do som do carro!! Dente por Dente é a faixa 12 e a música que inspirou o título do post de hoje. Valeu a indicação, Paloma! Aliás... sempre sou feliz com suas dicas! Obrigada!!

7 comentários:

Daniele Brito disse...

Ah! que linda esperando a fadinha...
Por aqui, tb mantenho viva essas fantasias. Eles acreditam em coelhinho da páscoa, papai noel e fadas do dente.

Faz parte da infância, né?

Beijo

Mari Hart Dore disse...

Aiiiiinnnn, eu acho o máximo manter essa fantasia infantil! Minha filha acreditou em papai noel até pouco tempo, tive que contar pq tava virando xacota entre as amigas! hhahahah...



Adorei o " Joana esperando p/ ganahr e Júlia perdendo por aí", hauhuahuahuhuahua...



Valeu pela errata lá no meu post! kkkkkk... bem coisa de mãe doida! Coloquei a errata linkando teu blog! Bjão!

fabipalvim disse...

Ah, Mari, minha mãe vive preocupada da Júlia fazer papel de boba por aí... mas eu vou levar por mais um tempo!

E, menina... EU NÃO AGUENTO MAIS AQUELE BOB CHATO!!! É deixar doido essa história de maratona! Gosto muito mais das programação light do Discovery (por isso eu tava ligada... mas isso não é normal não!rs), mas a Júlia já acha que é canal de bebê. Tipo, coisa pra irmã dela.

Alguém faz elas pararem de crescer, por favor?!!!

Mari, volta sempre, tá?! Uma honra ter vc por aqui!! Adoro!!
Beijão

Cin disse...

Até o universo conspirou manchando a nota para a magia ser mantida. Fofa a Juju.
Passa lá no blog que está rolando sorteio de um brinde fofo. Bjao!

Vanessa Datrino disse...

Oi querida!
Devido ao acumulo de trabalho não foi possível postar a idéia antes!
Mas já fica a dica para o Natal, né?
Bjinhos!Vanessa Datrinowww.datrinodesign.blogspot.com

Celi Oberding disse...

Como eles curtem essa fase. É tão gostoso para eles esse mundo da fantasia, da imaginação. Momento de ser criança!! Temos mesmo que alimentar para que vivam intensamente cada acontecimento.
Um beijo.

Juliana Ramos disse...

Ufa, hein?
Pózinho rosa, essa foi o máximo!!!

Bjinhos